HOME Quem Somos

Quem Somos

 

SOBRE NÓS

A Inspetoria São João Bosco (ISJB) é uma sociedade civil sem fins lucrativos, de assistência social, beneficente e de caráter educativo-cultural. Fundada em 11 de dezembro de 1947, tem como missão contribuir para construção de uma sociedade mais justa e solidária, por meio da educação, evangelização e assistência social da juventude, especialmente a mais necessitada. Atualmente está presente nos estados de Minas Gerais, Rio de Janeiro, Espírito Santo, Tocantins, Goiás e no Distrito Federal.

Como instituição católica, administrada pelos salesianos de Dom Bosco, a ISJB preza por valores éticos e cristãos em todas as suas ações. Pauta-se pelos princípios do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA, Lei nº 8069/1990) e pelo Sistema Preventivo de Dom Bosco, para construir um mundo mais justo e solidário que reconheça os direitos das crianças e adolescentes, além de proporcionar-lhes, com ações concretas e pontuais, um futuro melhor.

A ISJB é membro da Conferência das Inspetorias dos Salesianos de Dom Bosco do Brasil (Cisbrasil), entidade representativa das seis inspetorias salesianas do país. A finalidade da Cisbrasil é coordenar, orientar, defender e assistir as inspetorias associadas, suas obras e atividades diversas. Por meio de um trabalho articulado em rede, ela procura padronizar os processos e otimizar os recursos disponíveis para “educar e evangelizar os jovens”. Algumas das iniciativas bem-sucedidas de sinergia institucional são: a Rede Salesiana de Ação Social (Resas), a Pastoral Juvenil Salesiana (PJS) e a Rede Salesiana de Escolas (RSE), esta desenvolvida também com as Filhas de Maria Auxiliadora (irmãs salesianas).

O trabalho dos Salesianos de Dom Bosco no Brasil começou em 1883, quando um grupo de religiosos vindos da Itália, encaminhados por Dom Bosco (São João Bosco), chegaram para colocar em prática seu carisma e pedagogia baseados na “razão, na religião e no amor” e atender às necessidades de uma população jovem e carente. Ao longo dos anos, criaram escolas, paróquias, centros juvenis (também conhecidos como oratórios), obras assistenciais e sociais, escolas de educação básica e universidades, rádios comunitárias, editora, centros de produção de audiovisuais, além da obra missionária junto aos povos indígenas.

Atualmente, os salesianos estão presentes em quase todos os estados brasileiros e no Distrito Federal, organizados em seis regiões administrativas, chamadas de Inspetorias, que facilitam a gestão regionalizada. As demais inspetorias são: Inspetoria São Domingos Sávio (Amazonas, Pará, Acre e Rondônia); Inspetoria Santo Afonso Maria de Ligório (Mato Grosso e Mato Grosso do Sul e Noroeste de São Paulo); Inspetoria São Luís Gonzaga (Pernambuco, Bahia, Ceará, Rio Grande do Norte, Sergipe e Alagoas); Inspetoria Nossa Senhora Auxiliadora (São Paulo) e Inspetoria São Pio X (Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná).

A sede da Inspetoria São João Bosco está localizada na cidade de Belo Horizonte, em Minas Gerais. Para realizar a sua missão, ela mantém 33 programas de formação e promoção integral da infância e juventude.

A instituição tem ainda uma forte atuação na área educacional, com serviços de educação básica, ensino superior e outros projetos educativos. A rede integrada de ensino dispõe de 14 escolas e 5 instituições de ensino superior.

Solidária com as igrejas locais, a ISJB presta um grande serviço de evangelização da juventude, por meio de 14 paróquias salesianas, que procuram formar “bons cristãos e honestos cidadãos” para a sociedade. Essa é uma atividade fundamental para a missão, visto que é um dos pilares do Sistema Preventivo (amor, razão e religião).

 

Colégio Salesiano Rocha Miranda

Matrículas e mentes abertas para suas conquistas!

Instalações do Colégio


Inspetoria São João Bosco


Missão

Contribuir para a construção de uma sociedade mais justa e solidária por meio da educação, da evangelização e da assistência social da juventude, especialmente a mais necessitada.

Visão

Ser referência em evangelização, educação e assistência social da juventude na região em que atuamos.

Valores

– Ética – Promoção da Igualdade Étnico-Racial – Compromisso social – Sinergia – Inovação – Parceria – Sustentabilidade


Palavra do Diretor

Estimados leitores, “SOMOS FAMÍLIA! Cada casa, uma escola de Vida e de Amor!”. Almejamos um Reino de amor, justiça e paz. “Em Cristo somos todos irmãos”.

Como família, sensível às necessidades das crianças, adolescentes e jovens do mundo contemporâneo, confiamos a Deus a profissão, os esforços, a inspiração e a criatividade da equipe técnica pedagógica/pastoral, do Colégio Salesiano de Rocha Miranda-RJ.

Com as palavras da Constituição pastoral Gaudium et Spes,  “As alegrias e as esperanças, as tristezas e as angústias dos homens de hoje, sobretudo dos pobres e de todos os que sofrem, são também as alegrias e as esperanças, as tristezas e as angústias dos discípulos de Cristo…” compreendemos que somos enviados em missão. Somos responsáveis pela construção de uma sociedade fraterna e justa. Somos Igreja de Cristo.

Inspirados em Dom Bosco, pai e mestre da juventude, que nutre de Jesus Cristo, o ser do Bom Pastor, vivemos o espírito de família, os vínculos de amizade e corresponsabilidade. Devemos ser “sinais e portadores do amor de Deus” à juventude pobre e abandonada.

Concretizamos a missão salesiana formando “bons cristãos e honestos cidadãos”. Nossa metodologia se fundamenta no sistema preventivo com tríplice dimensão: razão, religião e amorevolezza. Cremos na educação integral dos nossos destinatários por isso, educamos evangelizando e evangelizamos educando. Somos seres completos.

Enfim, cremos que a equipe técnica pedagógico-pastoral, educadores dos serviços gerais e familiares, em comunhão de princípios e valores cristãos formaremos “bons cristãos e honestos cidadãos” para a sociedade.

Cunhamos em nossas práticas pedagógico-pastorais um itinerário reflexivo, dinâmico, crítico que aponta a beleza da vida, o protagonismo, a autonomia, o conhecimento das ciências, o discernimento vocacional e o desejo de Deus inscrito no coração de todo filho de Deus.

Pe. João Carlos André, SDB
Diretor Geral do Colégio Salesiano

 

Sistema Preventivo

Para educar a juventude, Dom Bosco desenvolveu o Sistema Preventivo, que é baseado na Razão, na Religião e Amor (Amorevolezza). Esse método educativo utiliza a “presença” junto aos jovens como meio eficaz para educar. O pátio é o local privilegiado para aplicar o seu método. Todo o ambiente salesiano deve ser para os jovens:


 “Casa que acolhe, Paróquia que evangeliza, Escola que encaminha para a vida, e pátio para se encontrarem como amigos e viverem com alegria”.


O Sistema Preventivo é um método de educação, mas é, sobretudo, uma espiritualidade: é um amor que se doa gratuitamente, inspirando-se na caridade de Deus que atende cada criatura com a sua providência, segue-a com a sua presença e a salva doando a vida.

A Espiritualidade Salesiana é a espiritualidade da alegria, “da paixão pela vida e pelo Senhor da Vida”. A festa nessa espiritualidade é uma confissão solene de que o mundo inteiro está nas mãos de Deus. Isto é motivo de muita alegria.

O Salesiano faz da sua vida uma oração, onde cada jovem que cruza o seu caminho é a presença de Deus. Tem consciência de que “Deus o espera nos jovens”. Encontra Deus no cotidiano, nas coisas simples da vida. É contemplativo na ação. Viver essa espiritualidade é fazer da vida uma missão; o fim último é dedicar-se ao próximo, fazendo-o sentir a presença de um Deus que muito quer bem.

A devoção mariana também é muito presente na Espiritualidade Salesiana. No fim de sua vida, Dom Bosco declarou que tudo aquilo que tinha feito, tinha-o iniciado por inspiração de Maria Auxiliadora: “foi ela quem tudo fez”, dizia ele, já próximo de sua morte. O nosso Santo Fundador falava da mãe de Deus como “Auxiliadora”, isto é, como auxílio dos cristãos na grande batalha da fé e da construção do Reino de Deus.

Vivendo essa espiritualidade, todo Salesiano é chamado a “ser na Igreja sinal e portador do amor de Deus aos jovens, especialmente aos mais pobres”. O Santo Padre João Paulo II, na Carta Juvenum Patris, 5, afirma: “Dom Bosco realiza a sua santidade pessoal através do trabalho educativo”. De tal modo que brota dessa experiência a sua práxis pastoral e o seu estilo pedagógico. Vida espiritual, trabalho apostólico, método educativo são três aspectos de uma só realidade: o amor, a caridade pastoral que unifica e move toda a existência.

O Sistema Preventivo como Pedagogia é também uma metodologia pedagógica caracterizada:
– Pela vontade de estar entre os jovens compartilhando sua vida, olhando com simpatia o seu mundo, atentos às suas verdadeiras exigências e valores;

– Pela acolhida incondicionada que se faz força promocional e capacidade incansável de diálogo;

– Pelo critério preventivo que crê na força do bem presente em todo jovem, também no mais carente, e procura desenvolvê-la mediante experiências positivas de bem;

– Pela centralidade da razão, que se torna bom senso das exigências e das normas, flexibilidade e persuasão nas propostas. Da religião, entendida como desenvolvimento do sentido de Deus congênito a toda pessoa e esforço de evangelização cristã; da bondade, que se expressa como amor educativo que faz crescer e cria correspondência;

– Por um ambiente positivo tecido de relações pessoais, vivificado pela presença amorosa e solidária, animadora e ativadora dos educadores e do protagonismo dos próprios jovens;

– Com um estilo de animação, que crê nos recursos positivos do jovem.
O Sistema Preventivo como Pastoral é a proposta original de evangelização juvenil parte do encontro com os jovens lá onde eles se encontrem, valorizando o patrimônio natural e sobrenatural que todo jovem traz em si, num ambiente educativo carregado de vida e rico de propostas; ele é atuado através de um caminho educativo que privilegia os últimos e os mais pobres; promove o desenvolvimento dos recursos positivos que têm, e propõe uma forma particular de vida cristã e de santidade juvenil. Este projeto original de vida cristã é organizado ao redor de algumas experiências de fé, opções de valores e atitudes evangélicas, que constituem a Espiritualidade Juvenil Salesiana (EJS).

O Sistema Preventivo como Espiritualidade encontra sua fonte e centro na experiência da caridade de Deus, que antecede toda criatura com a sua Providência, acompanha-a com sua presença e salva-a dando a vida. Essa experiência dispõe o educador a acolher a Deus nos jovens, convencido de que neles Deus lhe oferece a graça do encontro com Ele, chamando-o a servi-lo neles, reconhecendo a sua dignidade, renovando a confiança em seus recursos de bem e educando-os à plenitude da vida. A caridade pastoral cria uma relação educativa na medida do adolescente e do adolescente pobre, fruto da convicção de que qualquer vida, mesmo a mais pobre, complexa e precária, traz em si, pela presença misteriosa do Espírito, a força do resgate e a semente da felicidade.

Dom Bosco

João Bosco nasceu em Becchi, no Piemonte, norte da Itália, a 16 de agosto de 1815. Era filho de uma humilde família de camponeses. Órfão de pai aos dois anos, ele foi educado e catequizado por sua mãe, Margarida Occhiena, que apesar de ser analfabeta, era portadora de grande sabedoria e espiritualidade. Ela não mediu esforços para dar aos filhos uma sólida formação cristã.

Viveu sua infância e juventude e fez seus primeiros estudos no meio de muitas dificuldades. Muito cedo teve que sair de casa, pois tinha um relacionamento muito difícil com o seu irmão mais velho.

Desde muito cedo João sentia o desejo de ser padre e cuidar dos meninos pobres. Ele dizia: “os meninos são bons; se há meninos maus é porque não há quem cuide deles”. Entrou para o seminário de Chieri, em 1835. Foi ordenado sacerdote em 5 de junho de 1841. Ao visitar presídios, andar pelas ruas de Turim, e nesses locais encontrar muitos jovens, que sem trabalho, nem estudo, acabavam entrando na vida do crime, tornando-se marginais, sentiu-se impelido por um profundo desejo de fazer algo por eles.

No dia 8 de dezembro de 1841, encontrou-se na sacristia da Igreja com um jovem chamado Bartolomeu Garelli. Lá mesmo, após a solene missa da Imaculada Conceição, deu-lhe uma primeira aula de catecismo, rezando com ele uma Ave Maria. Convidou-o a retornar outras vezes. E esse voltou com outros amigos, que como ele, viram no jovem padre um amigo em quem poderiam confiar. Em pouco tempo, já eram centenas de jovens que iam até Dom Bosco. Daí surgiu o Oratório Festivo, sua primeira obra.

Depois de passar por diversos locais com seus jovens, em 1846, ele estabeleceu-se em Valdocco, bairro de Turim, onde fundou o Oratório Festivo São Francisco de Sales. Fundou também, junto do Oratório, uma escola profissional. E percebendo que muitos dos que frequentavam sua obra não tinham onde morar criou um internato. Em 1859 fundou em Turim a Sociedade São Francisco de Sales, cujos membros são conhecidos como Salesianos de Dom Bosco. Sentindo a necessidade de educar também as meninas, ele funda em 1872, juntamente com Santa Maria Domingas Mazzarello, o Instituto das Filhas de Maria Auxiliadora (Irmãs Salesianas). João Bosco morreu com 73 anos incompletos, no dia 31 de janeiro de 1888.

 

Salesianos

Fundados por São João Bosco, um santo educador italiano do século XIX, estamos presentes em 132 países. Nós, Salesianos de Dom Bosco (SDB), formamos uma comunidade de batizados que, dóceis à voz do Espírito Santo, intentam realizar numa forma específica de vida religiosa o projeto apostólico do fundador: ser na Igreja sinais e portadores do amor de Deus aos jovens, especialmente aos mais pobres.

Nossa sociedade é composta de clérigos e leigos que vivem a mesma vocação em fraterna complementaridade. Somos reconhecidos na Igreja como Instituto Religioso Clerical, de Direito Pontifício, dedicado às obras de apostolado.

Abertos às culturas dos países em que trabalhamos, procuramos compreende‑las e acolhemos seus valores para encarnar nelas a mensagem evangélica. Somos atentos às necessidades dos jovens e dos ambientes populares. A vontade de agir com a Igreja e em seu nome move e orienta nossa ação pastoral na construção de um mundo mais justo e fraterno em Cristo.

Em qualquer lugar em que somos convidados para trabalhar, temos em conta o desenvolvimento integral dos jovens, através da educação e da evangelização, isso porque acreditamos na espiritualidade de Jesus Bom Pastor, e como Dom Bosco, somos chamados a ser pastores dos jovens, centro do nosso compromisso. Assim sendo, cremos que a nossa total dedicação aos jovens é o nosso melhor presente à humanidade.

O propósito de uma ordem ou congregação religiosa é viver o carisma ou espírito de seu fundador. Dito de uma forma sucinta, o espírito salesiano se resume na expressão “querer ficar com Dom Bosco, querer ser como Dom Bosco”. A espiritualidade de Dom Bosco se expressa como um modo de vida que, no aspecto temporal e espiritual, educa pelo exemplo. Sendo assim, do exemplo de São João Bosco os salesianos extraem alguns aspectos que indicam a prática da espiritualidade salesiana:

– Uma espiritualidade cristã: o ponto de partida é o amor de Cristo pela humanidade, que é a raiz da caridade do salesiano pelos jovens. É com o coração de Cristo que o salesiano desenvolve sua missão.

– Uma espiritualidade eclesial e católica: a ação e vida salesiana são desenvolvidas na convivência em comunidade, no aspecto concreto da convivência interpessoal, no aspecto do sentido de Igreja, que convive na diversidade de visões e culturas e na unidade da fé, sintetizada na missão do Santo Padre.

– Uma espiritualidade na experiência de Deus: mesmo não sendo uma ordem contemplativa, o salesiano contempla em sua ação a experiência de Deus como Pai, que olha, que cuida, que provê, que educa e que ama os jovens.

– Uma espiritualidade alegre: enraizado em São Francisco de Sales, defensor da alegria como própria da santidade. Em vez de rejeitar o mundo e o que há no mundo o salesiano valoriza as novidades do mundo temporal, quando elas trazem a alegria e agradam aos jovens e claro não firam a moral e os bons costumes. Pela prática da alegria, aprende-se a distinguir entre o entusiasmo passageiro e a felicidade da vida cristã.

– Uma espiritualidade otimista e operante: não se lamenta nem se perturba diante da adversidade, responde aos desafios com uma visão otimista da vida e com seu trabalho, de forma simples, direta e descomplicada, pois sabe que agindo dessa maneira, corresponde à providência divina.

– Uma espiritualidade humana na temperança: procura no cotidiano as oportunidades de penitência, a incompreensão das pessoas, as dificuldades do clima, os desentendimentos, as pequenas falhas que sempre incomodam, praticando assim a paciência e a temperança, sem recorrer a penitências extraordinárias. É, assim, uma espiritualidade acessível a qualquer pessoa.

– Uma espiritualidade atenta e criativa: criar o novo, ter iniciativa, acompanhar e antecipar a história para estar perto da humanidade e sobretudo dos jovens, principalmente quando se trata da salvação.

– Uma espiritualidade educadora e mariana: a devoção a Maria Auxiliadora dos Cristãos, se concretiza na proposta educativa do Sistema Preventivo fundamentado na razão, na religião e na bondade. A exemplo de Maria, que na concepção católica é mãe e educadora de Jesus, a educação se faz pela clareza das instruções, pela fé como fundamento da ação e pela caridade e amor à humanidade como caminho de encontro com Deus.

– Uma espiritualidade de serviço aos jovens: sintetizado na frase “Basta que sejais jovens para que eu vos ame”, amor que muitas vezes importunava os inexperientes jovens, significa que é possível vencer o egoísmo sabendo que a vida não é um fim em si mesmo, mas um dom que se dedica a quem se ama. Na espiritualidade salesiana esse amor é dedicado à criança e aos jovens em primeiro lugar e proposto como um convite a ajudar nessa missão a todos os que já chegaram à vida adulta.

Diferentemente de outros modelos de espiritualidade cristã e católica, a espiritualidade salesiana não se concretiza nem pode ser vivida em clausura absoluta. É próprio dessa espiritualidade reunir as pessoas em família, padres, irmãos e irmãs de vida consagrada, fiéis católicos casados ou não em torno dessa missão de atender, cuidar, educar e amar a juventude. Por esse motivo, historicamente, a espiritualidade salesiana se concretiza de modo pleno na Família Salesiana, que é a comunidade maior que manifesta o espírito cristão de Dom Bosco para o mundo atual.

 

Caso você queira conhecer melhor a vocação salesiana ou se identifique com a nossa missão, procure um salesiano ou outro consagrado da Família Salesiana. Em nossa escola, pode entrar em contato com o Pe. Reginaldo: reginaldo@salesiano.br ou ainda diretamente com o Sistema Salesiano de Orientação Vocacional: ssov@salesiano.br

 

Família Salesiana

A Família Salesiana é um conjunto de diferentes instituições e movimentos católicos que se propõem a seguir a espiritualidade e a missão propostas por Dom Bosco. O termo Família descreve a ligação existente entre os vários grupos com intensidades diversas. Como essa espiritualidade se fundamenta nos escritos de São Francisco de Sales, que propôs a alegria como caminho de santidade, é denominada salesiana.

A Família Salesiana compreende hoje 30 grupos oficialmente reconhecidos com mais de 400 mil membros. Esses grupos vivem em comunhão recíproca, compartilham o mesmo espírito e continuam a missão iniciada por Dom Bosco com vocações especificamente distintas. Existem pelo menos três níveis de pertença à Família Salesiana:

1. O primeiro é próprio dos grupos instituídos por Dom Bosco e herdeiros direitos de sua obra. São eles: Salesianos, Filhas de Maria Auxiliadora, Cooperadores e Cooperadoras e Membros da Associação de Maria Auxiliadora;

2. O segundo título de pertença cabe aos numerosos grupos de vida consagrada, religiosos ou seculares, e também a algumas Associações católicas surgidas pela força criativa de determinadas filhos de Dom Bosco;

3. O terceiro nível de pertença é formado por títulos particulares de pertença que se reportam ao círculo de pessoas que participam do vasto Movimento Salesiano e encontram na Família Salesiana o seu núcleo animador.

A atuação do projeto começou com os Salesianos, depois se estendeu a ADMA – Associação de Maria Auxiliadora, as Filhas de Maria Auxiliadora (Irmãs Salesianas), aos Salesianos Cooperadores, aos Ex-alunos, enfim a todos aqueles que se inspiraram e hão de inspirar-se na sua espiritualidade, para multiplicá-la, aplicá-la, renová-la, com reconhecimento, admiração, estudo e imitação.

Os membros da Família Salesiana encontram sua razão de ser, como agentes de evangelização, especialmente dos adolescentes e jovens. Muitas outras forças apostólicas, com vocações específicas diversas, vivendo do seu mesmo espírito e em comunhão entre si, continuam hoje sua obra de educação e salvação. Nasceu assim e continua ainda hoje uma verdadeira escola de Santidade.

De Dom Bosco fundador, sucessivos fundadores de novos grupos haurem inspiração e orientação, espiritualidade e metodologia pastoral. Os grupos vivem, guardam aprofundam e constantemente desenvolvem em sintonia com o Corpo de Cristo em perene crescimento, a experiência de Espírito Santo que Dom Bosco viveu e continua a transmitir aos seus discípulos.

Manifestamos, com alma cheia de alegria e com sentimentos de humilde gratidão, a certeza de que, por iniciativa de Deus e com a intervenção maternal de Maria, Dom Bosco iniciou na Igreja uma experiência evangélica original. O Espírito Santo plasmou nele um coração grande como as areias do mar, tornou-o Pai e Mestre de uma multidão de jovens e fundador de uma vasta família espiritual.

A caridade pastoral, que encontra em Cristo, Bom Pastor, sua fonte e modelo, foi para Dom Bosco critério de vida e de ação, inspiração educativa e evangelizadora, oração e entusiasmo missionário; o “Da mihi animas coetera tolle” (Dai-me almas e ficai com o resto) resumiu todo o seu amor por Deus e pelos jovens.

Grupos da Família Salesiana presentes na Inspetoria São João Bosco (ISJB): Salesianos de Dom Bosco, Instituto das Filhas de Maria Auxiliadora, Voluntários Com Dom Bosco, Instituto das Voluntárias de Dom Bosco, Associação Damas Salesianas, Associação dos Ex-alunos e Ex-alunas de Dom Bosco, Comunidade Canção Nova, Associação de Ex-alunos e Ex-alunas das 11 Filhas de Maria Auxiliadora, Associação dos Salesianos Cooperadores, Associação de Maria Auxiliadora.

 

Para quem quiser saber informações detalhadas de como se encontram e os dados oficiais de cada grupo reconhecido como membro da Família Salesiana, basta copiar o link ao lado e colar no endreço do navegador: http://www.sdb.org/pt/Familia_Salesiana/Os_Grupos_da_Familia

 

ONDE ESTAMOS



Informações de Contato

TELEFONE

(21) 2471-2277


ENDEREÇO

Rua dos Topázios, 375 – Rocha Miranda – Rio de Janeiro


EMAIL

atendimentocsrm@salesiano.br